A Rádio Universitária inova mais uma vez! Agora você também pode curtir a programação da 99,7 FM através do giro planetário do site Rádio Garden. Conheça essa nova forma de acesso e ouça a Rádio Universitária 99,7! É a UFVJM na frequência do saber!



  • PDF
  • Print
  • E-mail

Laboratório de testes da UFVJM contribui para doação de órgãos em Diamantina

Primeiro coração captado no Vale do Jequitinhonha só foi liberado depois de teste negativo para Covid-19

O trabalho de análises laboratoriais para diagnóstico do novo coronavírus (SARS-CoV-2), que provoca a Covid-19, realizado pela UFVJM, ganhou importância ainda maior no último dia 22 de abril. A partir do teste realizado em um paciente da Santa Casa de Caridade de Diamantina que teve morte encefálica, foi possível a doação dos seus órgãos (rim e fígado), além da primeira captação de coração do Vale do Jequitinhonha.

De acordo com o professor da UFVJM que está à frente do trabalho de diagnósticos, Danilo Bretas, a equipe mobilizou-se para realizar o atendimento. “O turno de trabalho já tinha sido encerrado, mas a equipe voltou para processar essa amostra, em um tempo mais curto, de cerca de três horas. Com o resultado negativo, o transplante pôde ser realizado. Foi uma satisfação muito grande para toda a equipe colaborar também com essas doações que poderão salvar muitas vidas”, comenta o professor.

A coordenadora da Comissão Intra-Hospitalar de Doação de Órgãos e Tecidos para Transplantes (CIHDOTT) da Santa Casa, enfermeira Thaisa Mara Rocha Rodrigues, esclarece que, com a chegada do vírus no Brasil, os critérios para captação de órgãos ficaram ainda mais rigorosos e a realização do teste é protocolo da Central Estadual de Transplantes (CET) para dar prosseguimento à doação, após a anuência da família do paciente. “Os órgãos para doação só têm sido aceitos pelas equipes médicas após a confirmação de que o potencial doador não está infectado. E os trâmites precisam ser ágeis, pois se a retirada do órgão demorar muito corre-se o risco de uma parada cardíaca e de inviabilizar todos os outros órgãos”, explica Thaisa. “A realização do teste aqui na universidade agilizou muito o processo. E o ato nobre da família do doador, através da CIHDOTT da Santa Casa em parceria com a UFVJM, permitiu levar esperança a várias pessoas, em plena pandemia”, declara a enfermeira.

O trabalho de diagnóstico na UFVJM

O Núcleo de Doenças Infecciosas e Parasitárias do Laboratório-Escola de Análises Clínicas, do curso de Farmácia da UFVJM, faz parte da RedeLab Covid-19, coordenada pela Fundação Ezequiel Dias (Funed), e tem realizado o diagnóstico para detecção de SARS-CoV-2 em pacientes graves, principalmente das Casas de Saúde de Diamantina, desde o dia 20 de abril. “Em um segundo momento, quando mais insumos chegarem, o fluxo de recebimento das amostras atenderá os 31 municípios da macrorregião do Jequitinhonha, que fazem parte da Superintendência Regional de Saúde (SRS)”, finaliza Danilo Bretas.

Last Updated on Wednesday, 29 April 2020 14:09
 

 

Campus I - Diamantina/MG
Rua da Glória, nº 187 - Centro - CEP 39100-000
Telefones: +55 (38) 3532-6024
Campus JK - Diamantina/MG
Rodovia MGT 367 - Km 583, nº 5.000
Alto da Jacuba CEP 39100-000
Telefone: +55 (38) 3532-1200 e (38) 3532-6800
Campus do Mucuri - Teófilo Otoni/MG
Rua do Cruzeiro, nº 01 - Jardim São Paulo - CEP 39803-371
Telefone: +55 (33) 3529-2700
Campus Janaúba - Janaúba/MG
Avenida Um, nº 4.050
Cidade Universitária CEP 39447-790
Telefone: +55 (38) 3532-6808 e (38) 3532-6812
Campus Unaí - Unaí/MG
Avenida Universitária, nº 1.000, B
Universitários CEP 38610-000
Telefone: +55 (38) 3677-9950